quinta-feira, 7 de junho de 2007

Unsubstancial blues.

Here:


How many times have - you fooled me and denied that
It's her whom you love and it sure isn't me?
So now that it's over - I'll try and take it sober
Leave questions unasked, remember us laughing' at the broken past
God, if I could make it on without you
You're such a casual man, oh wavin' an empty hand
I'm helpless and I'm lonely without you
Yes you're a casual man, lendin' an empty hand
Left me breathless with nothing more to lose
I used to dream we'd - take it nice and easy
Get jobs settle down in Jameson Town
If now you could see me - you'd think twice about leavin'
Y' said forever is the time you're gonna spend around
So why did you leave me? And why should I believe it?
Y' said goodbye! Oh why did you leave me? Why?
You're such a casual man, oh wavin' an empty hand
I'm helpless and I'm lonely without you
Casual man, lendin' an empty hand
I'm helpless and I'm lonely without you
You're such a casual man, lendin' an empty hand
Left me breathless with nothing more to lose
Except an evanescent unsubstantial blues...

Ruzsa Magdí - "Unsubstancial Blues"

sábado, 19 de maio de 2007

Lost in Translation





Lost in Translation é um dos melhores filmes de sempre. Corta a respiração do quão belo que é.

Bob Harris (Bill Murray) é um actor americano, que vai para Tokyo receber dois milhões de dólares para patrocinar uma marca de whiskey. Charlotte (Scarlett Johansson) é a mulher de John (Giovanni Ribisi), um fotografo que também vai para Tokyo para fotografar uma banda nipónica, levando a mulher atrás. Bob e Charlotte, eventualmente, acabam por se conhecer no Hotel onde estão hospedados (Park Hayatt) e onde irão formar uma amizade que os afectará profundamente.

Lost in Translation retrata então a estadia das duas personagens principais: os seus momentos mais íntimos, os seus momentos mais constrangedores, os seus momentos mais divertidos, os seus momentos de alienação. O choque entre as culturas ocidentais e orientais está também presente em vários momentos cómicos, não prejurativos.




Bob sente-se frustrado por estar num país que não compreende, afastado daquilo que gosta de fazer e de com quem gosta de estar. Charlotte começa a ter dúvidas em relação ao seu casamento com John. Quando ambos se encontram, todos os seus problemas desaparecem, dando origem então a uma viagem inesquecível.


No seu segundo filme, Sofia Coppola dá ao Mundo uma verdadeira Obra-prima sobre relações pessoais com uma subtileza incrível. Tudo no filme é perfeito. A cinematografia é excelente, e faz com que surja no espectador o forte desejo de visitar o Japão.

Aliado a isto tudo, está ainda, uma das melhores bandas sonoras deste novo milénio. A senhora Sofia Coppola conhece bem a sua música.

Concluindo, Highlights do filme:
- A Cinematografia
- A Banda Sonora
- Bill Murray a cantar "Peace Love and Understanding" do Elvis Costello
- Scarlett Johansson a cantar "Brass in Pocket" dos The Pretenders
- Bill Murray a cantar "More Than This" dos Roxy Music
- Anna Faris a cantar "Nobody Does it Better" da Carly Simon
- Todas as cenas onde a Anna Faris está.
- Lip My Stockings
- As duas senhoras que riem, enquanto o Bill Murray fala com um senhor japonês.
- E muito mais.

sexta-feira, 11 de maio de 2007

Óscares 2003.

Aqui vão as minhas escolhas para os melhores alcançes cinematográficos no ano de 2003, onde, infelizmente, a terceira parte da trilogia do Senhor dos Anéis dominou, arrecadando 11 óscares.
Vencedores highlighted a vermelho.


Best Picture.

21 Grams
Lost in Translation
House of Sand and Fog
The Station Agent
Big Fish

Best Director

Peter Jackson - The Lord of The Rings: The Return of The King
Sofia Coppola - Lost in Translation
Tim Burton - Big Fish
Alejandro González Iñarritú - 21 Grams
Quentin Tarantino - Kill Bill: Volume 1

Best Actor in a Leading Role

Ryan Gosling - The United States of Leland
Bill Murray - Lost in Translation
Sean Penn - 21 Grams
Ben Kingsley - House of Sand and Fog
Ewan McGregor - Big Fish

Best Actress in a Leading Role

Scarlett Johansson - Lost in Translation
Charlize Theron - Monster
Jennifer Connelly - House of Sand and Fog
Naomi Watts - 21 Grams
Uma Thurman - Kill Bill: Volume 1

Best Actor in a Supporting Role

Benicio Del Toro - 21 Grams
Don Cheadle - The United States of Leland
Kevin Bacon - Mystic River
Bobby Cannavale - The Station Agent
Edward Norton - The Italian Job

Best Actress in a Supporting role

Anna Faris - Lost in Translation
Patricia Clarkson - The Station Agent
Christina Ricci - Monster
Marcia Gay Harden - Mystic River
Katrin Sab - Good Bye Lenin!

Best Screenplay (Adapted or Original)

Big Fish
Good Bye Lenin
Lost in Translation
Finding Nemo
Lord of the Rings: The Return of The King

Best Cinematography

Lost in Translation
Kill Bill: Volume 1
Big Fish
Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl
Finding Nemo

Before Sunrise

Em 1995, Richard Linklater realizou uma pequena pérola que conta a história de duas jovens pessoas que se conhecem num comboio e que formam uma relação única. Before Sunrise surge como o romance perfeito.

O único problema que este casal enfrenta é o tempo. Apenas passam um dia juntos.
O que torna este filme tão apetecível é a naturalidade com que o mesmo fluí, transmitindo então, uma incrível noção de realidade. Ethan Hawke e Julie Delpy interpretam as personagens e dão-lhes vida própria, levando o espectador a esquecer-se que está, na verdade, a ver um filme.
O diálogo é fascinante e é um dos muitos factores que impedem Before Sunrise de ser apenas bom. Todos os factores conjugados elevam Sunrise ao estatuto de Obra-prima.

Não vejam o filme se não quiserem ver duas pessoas a discutirem diversas temáticas enquanto passeiam pelas lindas ruas da cidade de Viena.

Concluindo, Before Sunrise é o melhor filme de 1995. É um dos melhores da década de 90. E marca presença como sendo um dos melhores (se não o melhor) romances de sempre.

A sua sequela, Before Sunset, também é excelente, mas no entanto não creio que esteja a par do seu antecedente.

*****/*****


"Well, who says relationships have to last forever?" Celine

Welcome!

Vou dedicar este blog essencialmente ao fantástico mundo do cinema. Espero que gostem *